Selecione uma localidade

Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza

26 de outubro - 22 de dezembro
10:00 - 21:00
CAIXA Cultural Rio de Janeiro, Av. Almirante Barroso, 25, Centro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro 20031-00
Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza
26 de outubro - 22 de dezembro
10:00 - 21:00

Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza

CAIXA Cultural Rio de Janeiro, Av. Almirante Barroso, 25, Centro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro 20031-00

Sobre

Chega ao Rio no dia 26 de outubro (sábado), na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, a exposição inédita na cidade Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza, do fotógrafo e indigenista Renato Soares.

Data: 26/10/2019 a 22/12/2019
Horário: de terça-feira a domingo, das 10h às 21h
Horário da Bilheteria:
Local: Galeria 3
Entrada:
Valor do Ingresso: Entrada franca

 

Chega ao Rio no dia 26 de outubro (sábado), na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, a exposição inédita na cidade Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza, do fotógrafo e indigenista Renato Soares, uma realização da produtora amazonense Dabacuri Projetos e Produções, com patrocínio da CAIXA e do Governo Federal. A abertura da mostra ocorre a partir das 16h e contará com a presença do fotógrafo para um bate-papo com o público sobre suas viagens realizadas nos últimos 25 anos.

Os visitantes ficarão frente a imagens impactantes da população indígena brasileira captadas pelas lentes de Renato Soares, que vem registrando a ancestralidade e a diversidade das tribos do Brasil desde 1986. São 40 fotos em exposição, resultado de expedições fotográficas que já levaram o artista mineiro a mais de 44 localidades de norte a sul do país. A exposição fica em cartaz, com entrada franca, e pode ser vista de terça a domingo, das 10h às 21h, até 22 de dezembro.

Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza leva o público a uma imersão no habitat, costumes e cores, retratando tribos como as do Xingu, com suas mais de 14 etnias, em uma legitima contribuição à preservação da memória cultural do povo brasileiro, integrando a construção de um grande acervo etnofotográfico. Além da beleza estética, a mostra leva a reflexões sobre a luta dos indígenas para manter sua identidade viva e reconhecida.

Reconhecido como fotógrafo contemporâneo que inaugurou uma nova forma de expressão artística – a antropologia da beleza –, Renato Soares coleciona admiradores por seu trabalho. Quem assina o projeto expográfico de Ameríndios do Brasil - Antropologia da beleza é o curador e diretor de arte Ademar Assaoka.

Sobre o artista, fotógrafo e indigenista Renato Soares

A identificação com o universo indígena vem desde a infância, e se consolidou logo nos primeiros contatos com tribos em áreas remotas do Amazonas e também por meio da profunda amizade que manteve com o sertanista Orlando Villas Boas. Sua obra fotográfica já figurou em importantes exposições como O último Kuarup (Masp/ 2006) e na mostra itinerante A última viagem de Orlando Villas Bôas, que percorreu 12 capitais brasileiras. Seu talento também foi reconhecido em Paris, em uma coletiva no Palais de la Découvert.

Krahô, os filhos da terra, de 1996, foi seu primeiro livro. E vieram muitos outros, entre eles Pavilhão da criatividade (1999), Sondagem na alma do povo – Acervo de arte popular brasileira do Museu Edison Carneiro (2005, RJ), em parceria com Maureen Bisilliat; Mar de Minas (2008), um retrato dos 34 municípios no entorno do Lago de Furnas; Universo amazônico (2012, SP); e Minas além das Gerais (2012, MG).

Endereço:

Unidade Barroso

Av. Almirante Barroso, 25, Centro

Metrô e VLT: Estação Carioca

Teatro da CAIXA Nelson Rodrigues

Av. Chile n. 230, Centro

Metrô e VLT: Estação Carioca

Localização

CAIXA Cultural Rio de Janeiro, Av. Almirante Barroso, 25, Centro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro 20031-00
Obter direções

Faça o download do nosso aplicativo